Período de estiagem: como garantir a produtividade na agricultura

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

Muitos produtores desejam saber como ter produtividade na agricultura em período de estiagem. Para contornar esse problema existem alguns métodos. Entre os mais efetivos está a utilização do gesso agrícola.

O gesso agrícola é composto por elementos que contribuem primeiramente com o solo no sentido de permitir o desenvolvimento das raízes das plantas. Estes elementos também são nutrientes essenciais à saúde das plantas. Sua aplicação no solo pode aumentar a resistência da lavoura e evitar grandes perdas.

Para falar em mais detalhes sobre esse assunto, apresentamos esse texto totalmente focado nele. Explicamos o potencial do gesso agrícola e como ele pode beneficiar as lavouras em períodos de seca. Acompanhe!

 

ANTES DE SABER COMO TER PRODUTIVIDADE NA AGRICULTURA EM PERÍODO DE ESTIAGEM: O QUE É GESSO AGRÍCOLA? QUAIS OS SEUS BENEFÍCIOS?

O gesso agrícola é um insumo composto por substâncias que enriquecem o solo e tendem a fortalecer e prover o desenvolvimento adequado das plantas.

Este produto traz uma série de benefícios para as plantações. Entre eles podemos mencionar o fato de ele prover o solo com macronutrientes fundamentais para as plantas.

Os nutrientes que compõem o gesso agrícola são cálcio e enxofre que estão na forma de sulfato de cálcio. O enxofre na forma de sulfato tem capacidade de corrigir o solo no que se refere a neutralização do alumínio tóxico. Este processo é conhecido como condicionamento de solo, portanto pode-se dizer que o gesso é um condicionador de solos.

Se um solo agricultável tiver excesso de sais o gesso pode ajudar a reduzir os níveis destes sais nas camadas mais exploradas pelas plantas.

Melhore produtividade é o grande benefício do gesso agricola, pois ele ajuda a promover maior desenvolvimento de raízes, que buscam mais água e nutrientes, contribuindo para plantas mais saudáveis e produtivas.

AUMENTANDO A PRODUÇÃO DURANTE A ESTIAGEM COM O GESSO AGRÍCOLA

Os solos de regiões tropicais (região do planeta onde o Brasil está localizado) em geral são deficientes em cálcio e, portanto, para produzirem mais e melhor precisam de correção de cálcio. Também solos destas regiões apresentam altos níveis de alumínio tóxico. Deficiência de cálcio e presença de alumínio tóxico contribuem para o não desenvolvimento de raízes.

Conforme já foi mencionado, a gessagem não somente alimenta o solo com os nutrientes cálcio e enxofre, como também corrige certas condições inadequadas para o bom desenvolvimento das lavouras.

E são justamente essas características que podem auxiliar o produtor na manutenção da lavoura ainda que em períodos de seca.

O cálcio presente no gesso agrícola é fonte de nutriente e somente na presença dele no solo que as raízes das plantas crescem. Na ausência de cálcio o crescimento dos meristemas apicais é limitado (tanto raízes quando as pontas novas dos galhos). Nesta condição as plantas se tornam raquíticas (baixas e com formações descaracterizadas daquela planta). Quando o solo tem níveis adequados de cálcio o desenvolvimento das plantas é amplo. As razies crescem em profundidade e a parte aérea forma muitos galhos e folhas.

Mas não basta apenas ter cálcio no solo. Ele não pode ter alumínio tóxico. Na presença de alumínio tóxico as raízes não crescem, mesmo que tenha cálcio. O alumínio tóxico causa a “queima” da raiz. O gesso tem papel fundamental na neutralização do alumínio tóxico através da ação do sulfato. Este componente do gesso transforma o alumínio tóxico em sulfato de alumínio, que é uma forma não tóxica para as raízes.

Solo com presença de cálcio e ausência de alumínio toxico é um ambiente perfeito para o bom desenvolvimento das raízes. É claro que ainda é necessário ficar atento aos outros nutrientes necessários para a produção agrícola.

Uma lavoura que produziu grandes quantidades de raízes é uma lavoura que contribui também com a fixação de carbono no solo, ou seja, aumenta os níveis de matéria orgânica e contribui para o equilíbrio do sistema produtivo.

USANDO O GESSO AGRÍCOLA PARA TER UMA BOA PRODUTIVIDADE SEMPRE

Dessa forma, podemos concluir que o gesso agrícola permite que se tenha uma lavoura mais resistente contra as condições insalubres propiciadas pelo clima.

No contexto produtivo o gesso agrícola contribui fortemente para o maior desenvolvimento das raízes das plantas e é assim que as plantas se tornam mais resistentes a estiagem. Com esse insumo, é possível ter produtividade na agricultura mesmo em período de seca, conseguindo bons resultados ao fim da colheita.

E você, que método utiliza para manter a plantação em períodos de estiagem? Já conhecia o gesso agrícola? Conte-nos!

 


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1
Olá!
Podemos te ajudar? Deixe sua mensagem que responderemos o mais breve possível.
Powered by
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 0 Flares ×